quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Quarta

O MAPA DOS CABIDES
O Ministério Público de Santa Catarina divulgou, ontem, um estudo sobre o emprego de parentes nos municípios catarinenses. Dos 293 municípios, há casos de nepotismo em cargos comissionados ou terceirizados em 258 prefeituras. No legislativo (as câmaras de vereadores), como tem menos emprego, a situação se inverte: na maioria dos municípios as câmaras não empregam parentes dos vereadores. Abaixo, os mapas do emprego da parentada. O litoral não fica muito bem na foto.

E AGORA?
O Procurador-Geral de Justiça vai encaminhar as informações aos Promotores de Justiça das respectivas comarcas, para que sejam tomadas as providências (ajustamento de conduta, ações civis públicas e projetos de lei anti-nepotismo). A íntegra do diagnóstico, com mapas e tabelas, pode ser lida no site www.mp.sc.gov.br (portal do Ministério Público estadual).

“MAS ELES SÃO COMPETENTES!” – Acima, nos municípios mais claros, o MPSC não encontrou nenhum caso de nepotismo no Poder Executivo. Abaixo, é o mesmo mapa, só que com a região de circulação do DIARINHO ampliada (e para ampliar ainda mais os mapas, é só clicar sobre eles). Nele só cinco prefeituras não empregam parentes.

Aqui a mesma coisa dos mapas anteriores, só que em relação ao Poder Legislativo municipal. Nos municípios pintados de alaranjado escuro, tem nepotismo nas câmaras de vereadores. Itajaí, por exemplo, tem parentes empregados nos dois poderes.

[Nota do editor: Na primeira versão deste post havia um erro num dos números do gráfico do poder executivo (onde está 35 eu tinha colocado 19!). Já foi feita a correção (às 11:57). Os números anteriores não mudavam o quadro geral, mas este novo engano demonstra, definitivamente, que estou mesmo com a cabeça nas nuvens (ou gagá, como constato na nota abaixo). Uma outra mudança, nos números do legislativo (passaram de 47/246 para 46/247), foi para corrigir um equívoco do próprio Ministério Público (não sou só eu que erro, hehehe). Desculpem]
=================================

TIO CESAR TÁ GAGÁ!
Na coluna de ontem mostrei uma simpática igrejinha e, no jornal, disse que ela ficava em “Santo Antônio do Rio Vermelho” (notei quando coloquei o texto aqui no blog e corrigi, mas àquela altura o jornal já estava sendo impresso)! Ora, isto é um disparate sem tamanho, por vários motivos: primeiro, porque este lugar não existe na Ilha de Santa Catarina. Existe Santo Antônio de Lisboa, que é onde fica a igreja. E existe Rio Vermelho ou São João do Rio Vermelho. Não são próximos e não faço a menor idéia por que misturei os dois.

O pior (e mais chato) é que eu me casei naquela igreja (em 1977) e, portanto, não poderia ter trocado o nome. Pra completar, a foto foi tirada agora, no domingo e não daria tempo para “esquecer” o nome. Perdão, leitores.

O QUE O RONÉRIO & O CÉSAR SOUZA Jr TÊM EM COMUM?
O prefeito de Palhoça e presidente da Associação dos Prefeitos do PMDB, Ronério Heiderscheidt e o novíssimo deputado César Souza Júnior (PFL), embora em partidos quase opostos (pelo menos é o que parece, na região) e aparentemente sem muita coisa em comum, agora dividem irmãmente a mesma assessora de imprensa.

A animada e folclórica Valquíria Guimarães, famosa nas redações pelos seus e-mails (“não são a cara do Ronério?”), agora está atendendo aos dois senhores. Das máquinas da Assembléia dispara e-mails sobre o César (“que está com a bola toda!”) e, da prefeitura mesmo, manda o material político do prefeito (isso de separar administração pública e atos políticos é coisa de gente desocupada, a Valquíria não deve ter tempo pra essas miudezas).

O que teria levado o César Jr, que é de geração diferente, de partido diferente e (espero!) de escola diferente, a usar a mesma assessora do Ronério, que produz o material de um e de outro exatamente da mesma maneira folgazã, como se fossem dois políticos iguais? Será que é contenção de despesas? Ou será que os dois estão mesmo mais próximos um do outro do que nós, tolos e ingênuos, achamos que estão?

4 comentários:

Anônimo disse...

São 35 e não 19!!!!

Leopoldo Pelin Jr disse...

Quem costuma dizer a frase abaixo é o Datena: "Olha a hora Brasilia!"
Agora eu digo: Olha a hora Professor! O seu "clocklink.com" ainda está no horário de verão.

Leandro C Souza disse...

Vê se dá pra entender o MP, cesar.
http://jornaljc.com.br/jc/index.php?option=com_content&task=view&id=720&Itemid=31

Cesar disse...

Pronto, o número errado já foi corrigido. Agora vou acertar o relógio...
Obrigado pelos avisos e desculpa aê