segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

De volta

Nos últimos dias este blog foi atualizado num ritmo bem mais preguiçoso que o habitual. Gostaria de levar a vida numa marcha lenta permanente, mas a sociedade não compreende estes anseios e, na maioria dos casos, nem os remunera adequadamente. Assim, terei que retomar o ritmo se quiser continuar a receber os caraminguás que a minha chefe libera praticamente todos os meses.

Os planos de melhoria do blog que tinha agendado para o período de festas também entraram em ritmo de obra pública. Só agora consegui terminar o processo licitatório e provavelmente esta semana os operários vão começar as obras, se não fizer muito sol.

Portanto, continua, por enquanto, tudo como dantes. Vou tomar pé da situação e, sem muita pressa (afinal, acabei de acordar...), volto ao trabalho. Provavelmente ainda hoje.

4 comentários:

Anônimo disse...

Tio César.

Dá 10% pro poder que a obra sai!

Anônimo disse...

É o famoso PAC do César, emitando o Lula e a Dilma.

Schneider disse...

Se a coisa não anda é por imcompetência. Ingresse na modernidade e forme um conselho superior consultivo para dar palpites e um comitê gestor para executar. As obras andarão com celeridade (vide metrô de superfície) e você poderá conhecer o mundo e se sentir com rompantes de genialidade (vide o quase cassado)

Anônimo disse...

Cesar, vai "trabalha" seu mandrião. Agora só quéz jeladinha e piscina é? Vai "trabalha rapaz!